quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Second Life - Dos Fotões aos Carneiros

Coimbra, 19 de Fevereiro de 2009
2h16
Hotel Confort Inn Almedina


Eu sei que é tarde. E sei que amanhã nos esperam centenas de quilómetros e muitas horas de cálculos, mas não consigo adiar mais isto. 

Tenho de vos contar uma história. Esta história:

Era uma vez um Engenheiro.
Alto, espadaúdo e saudável. Pior que uma hiena, ou um gótico num dia mau, passa a vida a chorar pelo amor que não encontra.
Esse Engenheiro, porém, tem um sonho.

Vive divido entre fotões e carneirinhos. Pois, os animais, mesmo.

Com a sua autorização, vou revelar esse sonho:

"'Noutra' vida gostava de ser... PASTOR!"

Ao que parece, o rapaz fartou-se de integrais e queria mesmo é calçar a galocha, vestir a camisa de flanela aos quadrados e ir para o campo cuidar de carneiros, ovelhas e bezerros.

Acho que o consigo compreender. Na verdade o que ele quer mesmo é largar a vida de stress, com prazos para tudo, projectos para acabar anteontem, clientes com dúvidas existenciais (e se se beliscassem primeiro, boa?) e folhas de cálculo a rebentar pelas costuras.

Ser pastor talvez signifique a materialização do paraíso na Terra.

Quem sabe?

Jovem, resigna-te. Ou... Revolta-te!

Engenheiro, Pastor, Operário, Médico ou Stripper.
Seremos o que quisermos ser e não o que eles querem que sejamos. 

O problema é que queremos fazer mais coisas do que o tempo que dispomos aqui na Terra.

Um dia vou escrever um livro. E tu, porque não, terás as tuas ovelhas.
Na volta, ainda escrevo um livro sobre ovelhas. Ou não.


Post Scriptum: Relato aqui esta história porque quer-me parecer que é coisa para não fazer ricochete nas couraças de muitas inteligências.
Ou simplesmente porque acho que muita gente se vai identificar nela.

BM

9 comentários:

Anónimo disse...

Ele queria ser... pastor???? Ai valha-me deus, q eu pensava que já tinha ouvido de tudo vindo de vocês! J. quando fizeres anos vou oferecer-te um cajado :P beijos, JC.

Anónimo disse...

Caro Bruno,
Desculpa lá, mas nao acredito nada no que estás para aí a escrever! Achas que tem algum sentido, que uma pessoa que seguiu ciencias com o objectivo de aprofundar o seu conhecimento, na busca incessante da realidade, esteja dividido entre ser engenheiro e pastor??
Se isso é verdade ele deve ser um granda totó!
J.

Anónimo disse...

Olha Bruno Miguel tou mm fodido contigo! Ò meu, qual é a tua de andares a esventrar os meus sonhos no teu blog? As nossas amigas podem vir cá e deslindar esta cena toda! Epah que cena macabra! Dass.. O que vale é que elas nao param por estas bandas! Sempre tiveram a habilidade de associar o meu apelido a estas cenas.
Bem mas o teu blog, está super, já estive a ler as tuas cenas todas e digo-te está mt fixe. Abraço com garra!

Olha JC, nao percebo nd que andas praí a balbuciar! Já que elevas as mãos à cabeça com tanta clareza proferindo tais palavras, tão arrojadas, passo a explicar:
Na minha perspectiva de vida, tenho a sensação que todas as pessoas gostam de animais.. mas diáriamente vivem num stress estupido, nas cidades a correr de um lado para o outro, a processar papeis de labregos de inteligencia que nao sabem o que fazem, e que muitas vezes deixamos de ter tempo para dar atenção aos animais. Se olhares para carneiros com dias de idade (se calhar nk tiveste a oportunidade), mas se vires um cachorinho com dias de idade de certeza que o teu primeiro instinto é querer pegar-lhe e ficar com ele.
Por vezes stressamos com coisas sem significado e que outro tipo de vida seria bem mais saudavel.

Olha J. totó é a tua tia, tabem?? Se fosses levar no bujon fazias bem melhor! Tu até és um gajo mt fixe! O Bruno Miguel tem dito bue cenas mt boas de ti. Só não curto k me chamem totó!

Jacinto Borrego, Ja-Bo para os amigos! =)

Bruno Martins disse...

Ena, Ja-Bo, calma lá.

Como sabes, perguntei-te se podia colocar isto aqui e tu disseste que sim!!!!

Cá para mim, para além de teres sonhos, és esquizofrénico!! ahahahaha

Obrigado pelos elogios ao blogue.

Espero ver-te mais vezes por cá, mas vê lá se não és ordinarão. Isso são palavras que se usem nesta casa de família? 'atão menino? Mau'.

Eu acho bonito esse amor pelos animais.

BM

Anónimo disse...

Jacinto, nao foi por mal, mas sabes que o Bruno na sua vida passada foi um contador de historias :)
J

XY disse...

Jacinto, meu amigo! Amigo... que digo eu? Irmão desta vida... Também eu sonho passear pelas serras, livre, a respirar o ar puro, onde o horizonte é o limite para os nossos sonhos e ambições. Haverá coisa melhor nesta vida do que calcorrear estradas, fazendo amor com as paisagens, acariciando a natureza, unir-me com os animais. Ovelhas! Venham a mim. Aninhem-me no meu colo, façam reviver a minha inocência perdida por estas cidades sujas. Limpem a minha alma do vício e da promiscuidade. Viva o campo, viva o amor, viva a VIDA.

Anónimo disse...

Ai que bonito, que profundo, que lindo!! Vivo no meio de poetas e não sei... JC

Bruno Martins disse...

óh XY, isso das 'ovelhas venham a mim' é biblíco não é?

suspeito que a tua alma já não tenha salvação possível, tão conspurcada que está. É certo que a culpa é da convivência com o Ja-Bo. Enfim. Se as nossas mães soubessem que ia ser assim, preferiam que fossemos sapateiros.

BM

Andrea Santos disse...

ler isto agora só me deixa um sentimento "MEDO!!!"