quarta-feira, 15 de junho de 2011

"O Fortuna"


"O Fortuna


velut luna
statu variabilis,
semper crescis
aut decrescis"

O início deste poema latino-medieval do século XIII, compara a Fortuna, a Deusa romana, à Lua que se altera constantemente. 

Pois hoje, em dia de uma outra mudança, desta vez mais exótica, da nossa vigilante de prata, não relembrar este poema é praticamente impossível. 

Devem conhecê-lo do famoso compêndio Carmina Burana:


Não, não vos diz nada?!

E assim?



Pois ora bem. 


Mudemos também nós, se pudermos e precisarmos. Nem que mudar seja apenas ir para a cama a saber "una cosa más". 


Regalem-se!


Abraço,
BM

5 comentários:

Ana disse...

E viste alguma coisa? Eu só me lembrei quando regressei a casa, mas a lua estava completamente cheia.

Bruno Martins disse...

Nop... nadinha!

lol

BM

Rita disse...

aiii a Carmina Burana agora nao me larga...lol e fantastico...va excepto alguns compassos que me estao a dar a volta a cabeça haha xD

o concerto é na pascoa e fica desde já convidado ;)

beijinho

Bruno Martins disse...

Ah mto obrigado!!!

E é onde?

Gostaria bastante de ir.

Bons ensaios.

bjs
BM

Rita disse...

eu ainda nao sei bem lol mas e provavel ser para os lados de Minde (e onde fica o conservatorio), e o concerto vai ser com orquestra de alunos e ex alunos de la, coro de la, e outro coro convidado..

quando souber eu aviso ;)

beijo e obrigado xD